Destilados em alta

A abertura dos restaurantes e, principalmente, dos bares nos permite refletir sobre o comportamento do consumidor brasileiro frente às bebidas alcóolicas. Com a redução das restrições de convívio social, a importação de whisky, vodka e gin, principalmente, cresceu significativamente, indicando a importância dos bares para esta categoria. É um movimento inverso ao do vinho, que viu o seu consumo crescer quando as pessoas foram obrigadas a ficar em casa e atingiu um novo patamar de consumo.

Todos os Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: BLOQUEADO