40 vinhos bons e baratos para o verão: os preços vão de R$ 32 a R$ 80

Os brancos são a maioria das indicações dos sommeliers para a estação, mas há também espumantes, tintos e até um vinho doce para a temporada de calor

Suzana Barelli – especial para o Estado

O calor combina (e muito) com vinho. O segredo é escolher bem o estilo. Nada de tintos encorpados, rosados pesados ou brancos cremosos e com notas oxidativas. A pedida são vinhos leves e frescos.

vinho do verão deve seguir três princípios: ter baixo teor alcoólico, bom frescor (ou acidez, como afirmam os especialistas) e respeitar a temperatura correta de serviço. O álcool é o primeiro fator a ser observado no rótulo: não deve passar de 13,5% e, se for mais baixo, melhor.

Os espumantes, por exemplo, raramente chegam a 12%. “Procure vinhos de regiões mais frias, que costumam ter menor teor alcoólico”, ensina o sommelier Gabriel Raele, do restaurante paulistano Fleming’s Prime Steakhouse. Entre os exemplos de regiões frias estão o sul do Chile, a Borgonha francesa ou a Nova Zelândia.

O segundo ponto é o frescor. “Prefira vinhos frutados, mais leves, ou tintos com pouca madeira”, sugere a sommelière Juliana Carani, do Vino Beato e do restaurante Ristorantino. Sobre a temperatura, há uma tabela clássica que indica servir os espumantes entre 6ºC e 8ºC; brancos e rosados, entre 8ºC e 10ºC; tintos mais ligeiros, como os de verão, entre 12ºC e 14ºC.

Mas vale também um truque: se a garrafa estiver em temperatura ambiente, brancos, espumantes e rosados devem ficar na geladeira por uma hora antes de abrir a garrafa. Para os tintos, bastam 30 minutos. “Depois de aberta a garrafa, deixe sempre no balde de gelo”, lembra Raele.

Paladar pediu a seis sommeliers sugestões de rótulos bons para os dias quentes e com uma qualidade adicional: bom preço. A seleção que você confere a seguir tem vinhos de R$ 32 a R$ 80 e foi feita com as indicações de Diego Arrebola, sócio da consultoria EntreCopos e bicampeão do título de melhor sommelier do Brasil pela Associação Brasileira de Sommelier; Gabriel Raele, eleito o melhor sommelier pela Associação Brasileira de Sommelier de São Paulo em 2018; Gustavo Fernando dos Santos, do restaurante Chou; Juliana Carani do Vino Beato; Paula Zampol, do Charco; e Sebastião Martins, do La Casserole.

Os brancos predominam na lista. “Há uma tendência de alta no consumo destes vinhos”, destaca Rodrigo Lanari, da consultoria Winext. Em 2014, por exemplo, eles representavam 15,4% dos rótulos importados e agora estão em 16,7% do total. Nos rosados, o aumento é proporcionalmente maior: passou de 1,8% para 4,4%, no mesmo período, pelos dados da Ideal Consulting.

Confira seleção de 40 vinhos para o verão por ordem de preço

Seival Sauvignon Blanc by Miolo

Preço: R$ 32,82, no site da Miolo

Branco levinho, com aromas de notas de ervas e vegetais, feito na Campanha gaúcha.

Don Guerino Sinais Riesling

Preço: R$ 39,90, na Vinhos e vinhos

Riesling da Serra Gaúcha é leve, simples e bem elaborado, com aromas florais e cítricos e bom frescor.

Estrelas do Brasil Prosecco

Preço: R$ 40, no site da Estrelas do Brasil

Espumante de pequena produção no Vale dos Vinhedos, feito com a Glera (antigamente chamada de Prosecco), tem leve dulçor e muito frescor.

Salton Paradoxo Pinot Noir

Preço: R$ 46, no site Seleção Adega

Este Pinot Noir brasileiro mostra a vocação nacional para vinhos frutado, de taninos macios, equilibrado e com boa acidez.

Valdemiz Pinot Noir Rosé

Preço: R$ 49, na Sommelier 4U

Em Flores da Cunha (RS), nasce este rosado claro de uva tinta. De corpo leve, é refrescante e de boa acidez.

Rosas Chardonnay Viognier

Preço: R$ 49,90, no site Meu Vinho

De Terras de Castilla, na Espanha, este vinho orgânico leva 70% de Chardonnay e 30% de Viognier, de cultivo orgânico da vinícola Domínio de Punctum tem boa acidez.

Quinta dos Bons Ventos

Preço: R$ 50, na Cantu

Tinto português de Castelão, Camarate, Tinta Miúda e Touriga Nacional. É um vinho fácil, feito em Lisboa pela Casa Santos Lima.

Paisajes de Los Andes Merlot

Preço: R$ 53, no Vino Mundi

Com uvas de dois vales chilenos, Colchagua e Cachapoal, este Merlot não passa por barricas de carvalho. É macio, com taninos suaves e acidez marcada.

Talise Sauvignon Blanc

Preço: R$ 53,90, na Vinci

Sauvignon Blanc de uma encosta no Vale dos Vinhedos, destaca-se pela delicadeza e boa refrescância.

Serras de Azeitão Syrah

Preço: R$ 59, na JM Wines

Rosado da vinícola Bacalhôa, feito na Península de Setúbal, em Portugal. De corpo leve, com dulçor suave e acidez presente.

Campos de Cima Viognier

Preço: R$ 60,90, no site Vinhos e vinhos

De Itaqui, no Rio Grande do Sul, é um branco perfumado, que conquista pela acidez equilibrada e boa persistência.

Real Compañia de Vinos

Preço: R$ 66, na Winebrands

Este Verdejo, de Castilla y León, é leve, com um toque mineral e bom frescor.

Vallontano Tempranillo Rosé

Preço: R$ 66,90, na Mistral

Tempranillo, cultivada em Caminhos de Pedra, na Serra Gaúcha, dá origem a este rosado leve, refrescante e frutado.

Quinta do Correio Branco

Preço: R$ 67, na Decanter

Branco de entrada de linha da Quinta dos Roques, tem toque floral, corpo médio e boa persistência.

Casa Perini Fração Única Cabernet Franc

Preço: R$ 67,50, no site Vinhos e vinhos

Tinto de boa acidez e frescor que equilibram os taninos. Tem corpo médio, e boa persistência.

Ju de Vie Domaine de la Graveirette

Preço: R$ 68, na Wines4u

Vinho natural feito com Grenache, Marselan, Merlot e Mourvèdre, na região do Rhône. Equilibrado, complexo e com boa acidez.

Conversa branco

Preço: R$ 69, na Mistral

Descompromissado, para a beira da piscina. Elaborado por Dirk Niepoort, no Douro português é fresco, com notas florais.

Casal Dorato Pinot Grigio dele Venezie

Preço: R$ 69, na Belle Cave

Delicado branco do Vêneto é macio, fresco, leve. Descompromissado e equilibrado.

Niel Joubert Chenin Blanc

Preço: R$ 69, na Via Vinum

Branco sul-africano de aroma sedutor e fresco na boca com acidez vibrante.

Spier Signature Chardonnay-Pinot Noir

Preço: R$ 69,90, na Vino Mundi

Corte de Chardonnay e Pinot Noir este rosado vem de Stellenbosch, na África do Sul. De corpo médio, quase sem taninos, tem sabor longo.

Pizzato Reserva Chardonnay

Preço: R$ 72, no site Vinho e Sabores

Chardonnay de bom frescor e notas de frutas tropicais, é equilibrado, com corpo médio e sabores persistentes.

Anhelo Rosé

Preço: R$ 74,85, na L’Adega

Rosado de Malbec do vale de Colchagua, no Chile, tem cor salmão, corpo leve, com poucos taninos, e bom frescor.

Villa Mosconi Riesling

Preço: R$ 75, na Cave Nacional

No lado mineiro da Serra da Mantiqueira, nasce este 100% riesling leve, equilibrado de média intensidade e boa acidez.

Lírica Crua

Preço: R$ 76,40, na Decanter

Espumante da vinícola Hermann, na Serra Gaúcha, tem corte de Chardonnay, Gouveio e Pinot Noir, com estrutura distinta (o espumante é vendido sem retirar suas leveduras), o que lhe dá complexidade.

Tabalí Pedregoso Gran Reserva Viognier

Preço: R$ 76, na World Wine

Viognier do Vale do Limarí, no norte do Chile, é um branco aromático, de boa acidez com toque mineral.

Baglio di Stefano Pinot Grigio R

Preço: R$ 76,90, no site Di Vinho

Pinot Grigio siciliano da Cantine Ermes, tem leves notas frutadas, com cítricos no paladar.

Manos Andinas Pinot Noir

Preço: R$ 77, na Dominio Cassis

Pinot orgânico, com uvas do Vale Central chileno, é gostoso, com taninos macios.

Basiano Viura

Preço: R$ 77, na Dominio Cassis

Branco da cepa Viura, feito em Navarra, é equilibrado com as notas minerais, vinho leve e fresco.

Falernia Pedro Ximenez

Preço: R$ 78,45, na Premium

A uva Pedro Ximenez, cultivada no vale de Elqui, no norte do Chile, dá origem a este branco seco, que equilibra acidez e mineralidade.

La Florita Tierra de Lechuzas Sémillon

Preço: R$ 79, na Vino Mundi

Projeto do badalado casal de enólogos argentinos Gerardo Michelini e Andrea Muffato é um branco encorpado, mas delicado e com acidez moderada.

Expression Rosé

Preço: R$ 79, na De la Croix

Da Côtes du Rhône, este rosado orgânico combina Syrah (70%) e Grenache (30%). Bem fresco e com toque mineral.

Cave Amadeu Rustico Nature

Preço: R$ 79, no site da Familia Geisse

Borbulhas pequenas, corpo leve, é um espumante bem seco e propositalmente turvo.

Robertson Gewurztraminer

Preço: R$ 79,16, na Vinci

A textura rica desse branco de colheita tardia, da África do Sul, enche a boca e pede mais um gole. É complexo em notas florais e minerais.

Latido de Sara Garnacha Blanca

Preço: R$ 79,90, na Belle Cave

De Navarra, é um branco encorpado, mas fresco, com aromas que lembram frutas brancas tropicais e notas florais.

La Vieille Ferme

Preço: R$ 79,90, na Vino Mundi

Tinto do Côtes du Rhône com notas muito frutadas, tem taninos macios e acidez marcante.

Casa Valduga Sur Lie

Preço: R$ 79,90, no site da casa Valduga

Espumante turvo, pelo contato com as leveduras, leva 80% de Chardonnay e 20% de Pinot Noir, no Vale dos Vinhedos. Borbulhas pequenas, fresco e persistente.

Victoria Geisse Extra Brut Vintage

Preço: R$ 79,90, na Grand Cru

Com 75% da uva chardonnay e 25% da pinot noir, este espumante de Pinto Bandeira, na Serra Gaúcha, mescla aromas de flores com frutas brancas. No paladar, destaca-se pela acidez vívida e pela boa persistência.

Leyda Sauvignon Blanc Reserva

Preço: R$ 79,90, na Grand Cru

Branco bastante aromático este brando do vale de Leyda, região fria no Chile, é leve, fresco, alegre.

Errazuriz Estate Series Chardonnay Reserva

Preço: R$ 79,90, na Grand Cru

É um branco com aromas que lembram abacaxi e maracujá, é cremoso no paladar e com longa persistência.

Garzón Estate Pinot Noir Rosé

Preço: R$ 80, na World Wine

Rosado uruguaio, feito com Pinot Noir na moderna Bodega Garzón tem corpo médio, boa acidez e agradável toque mineral.

Fonte: https://paladar.estadao.com.br/noticias/bebida,40-vinhos-para-o-verao-de-r-30-a-r-80,70003088225

Tags do Artigo:
Categorias do Artigo:
Mídia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: BLOQUEADO